segunda-feira, 4 de maio de 2009

CELEBRANDO O STAR WARS DAY: CINCO CONFISSÕES MINHAS A RESPEITO DA SAGA

Eu amo Star Wars. Não tenho qualquer dúvida de que a saga de George Lucas - os três filmes iniciais, mais especificamente - foram e são elementos determinantes nos caráteres de quem a assiste. Por isso, nada mais certo do que celebrar aqui no blog o Star Wars Day!

Nascido de um trocadilho por conta da clássica frase "May the Force be with you", que soa parecida com "May the Fourth..." - quatro de maio, sacaram? -, o Star Wars Day merece mesmo muitas listas, twittadas e posts; e minha singela homenagem vem em forma de uma listinha bastante pessoal, em que revelo cinco confissões bem particulares em fatos da série de filmes ou ligados a ela. A lista está abaixo; e que a Força esteja sempre conosco!

1º) EU ERA O HAN SOLO - Estudava num colégio imenso daqui do Rio de Janeiro, com uma área verde espetacular, tão grande quanto... quanto... uma galáxia muito distante. Por isso, no recreio, meu grupo de amigos sempre brincava de Star Wars; e sempre cabia a mim o papel de Han Solo. Óbvio que não reclamava por não ser Luke Skywalker, já que acho o piloto um personagem a mais de 20 parsecs de distância do filho de Anakin e Amidala em termos de carisma. Para mais, é claro.

Muitos anos depois, um revival: eu fui fantasiado de Solo em uma festa da faculdade. Mas isso é uma outra história...



2º)EU GOSTO DOS EWOKS - Juro que não tem nada a ver com Bruno Aleixo: o primeiro filme da saga que vi foi "O Retorno de Jedi" - e no cinema! De cara, curti Wicket e seus amigos; e de fato acho que eles foram essenciais para valer na Batalha de Endor.




Por isso, acho uma senhora injustiça que eles sejam comparados aos gungans, seres da raça do pentelhaço que atende pelo nome de Jar Jar Binks. E por falar em mala, o único grave defeito dos ewoks era ter confundido C3PO, outra mala pesadíssima da trama, com uma divindade. Mas eu perdoo.


3º)EU (AINDA) CHORO NO FIM DE "O RETORNO DE JEDI" - Podem me chamar do que quiser, mas eu acho o fim da história algo realmente emocionante, não conseguindo escapar das lágrimas ao ver o velho e (enfim) bom Anakin Skywalker, iluminado e feliz ao lado de Yoda e Obi-Wan. E até hoje o momento segue lacrimogêneo pra mim...



Em mais este exemplo, o original é bem melhor...


Quer dizer, tem um jeito de eu não me emocionar: assistir à versão modificada, em que Anakin redimido aparece mais jovem. Pior do que essa mudança, só mesmo colocarem o Greedo para atirar primeiro em Han Solo em Mos Eisley.


4º)EU ESPERAVA BEM MAIS DA PRIMEIRA CENA DE ANAKIN COMO DARTH VADER - Também conhecido como "Eu me decepcionei com a primeira cena de Anakin como Darth Vader". É preciso dizer: no trailer de "A Vingança dos Sith" a sequência parecia bem mais
adequada do que aquele arroubo de Frankenstein-encontra-Sloth do novo Sith quando sabe o paradeiro de sua esposa e filhos. Tsc, tsc, tsc...





5º)EU AINDA NÃO VI "FANBOYS" -
É um grave erro ainda não ter conferido o filme-exaltação à obra de George Lucas, estrelado por Kristen "Veronica Mars" Bell. Mas em (muito) breve eu corrijo isso - e pelo bem do equilíbrio da Força.

9 comentários:

Giovanna Cantarelli disse...

adorei!

tá, eu vou confessar UMA coisa:

munida do meu disco de vinil com a trilha sonora do retorno de jedi, tirei a "letra" da musiquinha da celebração dos ewoks, aquela que não existe mais.

sei cantar até hoje. rá!

AP disse...

Conhece o filme "A Fortalwza Escondida" do Kurosawa? Onde
"um solitário Samurai escolta uma jovem princesa fugitiva através do território inimigo"?

Stars Wars veio dali ... ;)

Abração!

AP disse...

*Fortaleza

Rodrigo disse...

Carlos, passando aqui pra agradecer o comentário no blog e dizer que amanhã tem mixtape nova. Tá meio complicado, mas aos poucos vou colocando a casa em ordem e atualizando com maior frequência.
Abraço.

Tati Py disse...

Você acaba de me deixar com vontade de ver os filmes de novo... e de ser criança outra vez.

Eu era tão feliz...
E era a princesa Léia, evidentemente.

Beijinhos

Lia disse...

Eu gravo Fanboys pra você. Em troca, a gente chama os fanboys DIRETORIA pra uma sessão de Caravana da Coragem. Ra.

Priscila disse...

Eu confesso: também sei cantar a música dos Ewoks; sei diálogos inteiros de cor e falo sozinha quando estou vendo os filmes aqui em casa; minha mesa no trabalho é temática.

E sem dúvidas, o final de O Retorno de Jedi é muito emocionante, mesmo hoje, quase 30 anos depois. O final original, claro, o único que eu aceito que existe.

Não tenho dúvidas que Star Wars é uma parte muito importante da minha vida, e fico feliz quando encontro pessoas que compartilham do sentimento!

Carlos Alexandre Monteiro disse...

Giovanna e Pri: que tal um dueto ewok? ;)

Sério, Pri: é legal mesmo. Star Wars é TOTAL nerd pride.

Lia, não sei se vou aguentar a espera, mas o eveeeinto DIRETORIA tá topado!

AP, ainda não vi o filme do Kurosawa, mas já sabia que a filosofia jedi não só bebe como se embebeda na dos samurais. Recomendação anotada!

Tati Py, de cabelo-headphone? ;)

Rodrigo, vou conferir!

abraços e beijos a quem for de cada!

Cecilia disse...

Eu sou uma aberração e assisti, dos antigos, apenas o primeiro. Preciso reverter essa situação com urgência, sinto que sou deixada de lado pela sociedade. :P

Related Posts with Thumbnails