sexta-feira, 22 de maio de 2009

PROJETO DISCO VOADOR: BESTEIRADA IMEDIATA DE PRIMEIRÍSSIMO GRAU



Neste sábado, vários cariocas viverão uma experiência que teria tudo para ser curiosa para todos, mas para muitos não será. Calma que eu explico: uma obra de arte em formato de disco voador sobrevoará a cidade, cria do artista plástico americano Peter Coffin. Legal, não? Não.

A princípio, parece estranho um amante da ufologia como eu - leio livros sobre o assunto e até já filmei um OVNI, acreditem - falar mal dessa iniciativa; mas o fato é que a coisa toda é uma besteirada sem tamanho. Por quê? Tenho dois motivos para justificar meu pensamento.

O primeiro e mais forte dos dois é que o verdadeiro impacto já foi por água abaixo, que é o da surpresa. Imaginem que legal seria ver esse objeto nos céus e não saber exatamente o que é. Mas não: o projeto foi bem divulgado, e muita gente já vai sacar o que é aquilo no céu. Duh. O ideal seria não divulgar nada e, na hora em que o disco sobrevoasse um local, aí sim fazer uma divulgação do projeto, convidando as pessoas a compartilharem suas fotos e vídeos no site brasileiro da iniciativa.

E o segundo motivo não precisa nem de justificativas: o disco voa... pendurado em um helicóptero! Digam-me: qual é a graça de um disco voador claramente carregado por outro veículo?!? Todos sabemos a resposta.




O Rio de Janeiro é a segunda cidade que será sobrevoada pelo disco - a primeira foi Gdansk, na Polônia, de onde saíram a foto lá de cima e o vídeo que antecede este parágrafo. Tudo bem que o visual da parafernália pode até ser legalzinho, mas para uma cidade tão acostumada a celebrações aéreas das festas juninas, no fim das contas a proposta vai apenas deixar uma dúvida: será que o Hans Donner virou baloeiro?

3 comentários:

zeh disse...

seria muito mais interessante (e bizarro) se o helicóptero tivesse caixas de som tocando o tema de abertura de arquivo x.

Matheus Rufino disse...

Achei simplesmente(e não simplismente) patético, se fosse uma instalação com um vídeo mostrando o disco voando por cidades mundialmente famosas, sem aparecer o famigerado helicóptero, ainda ia, mas da forma como é feito, não é interessante nem do ponto de vista ufológico e muito menos artístico, é só uma bobagem sem par, como você mesmo falou, CA.

Emmanuelle disse...

Vi sobre isso agora a pouco no Fantástico,no mínimo engraçado a iniciativa não seria tão frustrante se fosse divulgada antes,mais dá para dar umas risadas...

A propósito gostei da blusa Nerd Herd,mto legal,comprou na internet?ainda bem q renovaram mais uma temporada...

Related Posts with Thumbnails