terça-feira, 10 de junho de 2008

Academindie? AcademWiia? Você escolhe.

Diabetes. Hipertensão. Essas duas palavras, que tão bem resumem a herança genética que me ameaça, são as mesmas que me empurram para um lugar que muita gente que me conhece não me imagina freqüentando: a academia. Na verdade, eu já fui mais empurrado. Hoje estou mais para "conduzido" - e acho incrível a naturalidade com que escrevo isso.

Digo isso porque consegui, há algum tempo, topar um desafio que segue sendo uma impossibilidade pra muita gente que está pouco se lixando para o histórico familiar e pras conseqüências ruins das deliciosas titicas que empurramos goela adentro: o de simplesmente estar numa academia. E um grande motivo para a recusa, penso, é muito simples: é que poucas pessoas que realmente deviam estar num lugar desses de fato são vistas por lá. Na verdade, para os que estão do lado de fora, a impressão maior é a de que as pessoas que lá freqüentam já eram fortes (homens) e gostosas (mulheres), bem dispostos e tinham o corpo bacana antes mesmo de se matricularem. Ou seja: ninguém FICA em forma em uma academia. Todo mundo já chega bem.

Só essa aparente evidência já filtra muita gente como eu, que tem barriguinha de chope não tem músculo definido; e que por isso não costuma nem passar da porta de um lugar assim. E isso sem falar das pessoas que são realmente, mas realmente mesmo iguais a mim pois, além da incompatibilidade estética, são claramente não-pertencentes a ambientes assim no conjunto da obra - música que ouve + roupa que veste + fator de sociabilidade incongruente...

Hoje consegui vencer essa barreira da academia-como-ela-é - até porque, como já afirmei, nem posso me dar ao luxo de manter essa resistência. Consigo estar ali numa boa e tenho o maior prazer em correr feito um condenado em uma aula de running. Tudo pelo desafio de me superar - frase cafona pra cacete, mas extremamente sincera - e, principalmente, pela excepcional dose de endorfina que bate depois que suo os tubos em 5km ou mais de correria.

Tá bom, vamos lá. Esse é o momento em que você me/se pergunta mentalmente: "Mas por que você está escrevendo essa porrada de coisa?". Seria um mentiroso se dissesse que esse texto não é uma tentativa de estímulo para você fazer algum exercício - se for o caso, não me odeie por isso, ainda estou no barato da endorfina. Mas a intenção maior é a esperança de que esteja sendo lido por alguém rico o suficiente para realizar uma idéia que tive: a academia alternativa.

Imagine só um centro de fitness - maldita falta de sinônimo pra "academia" - cujas caixas de som jogassem música boa em vez daquele dance farofa panaca. Melhor ainda: imagine seu DJ favorito de rock/eletrônico/drum n'bass fazendo a trilha perfeita, ao som da qual, em vez de pular alucinadamente, você estivesse correndo ou pedalando. Aulas de eletro-spinning, indie-running... Imagine.

Ou ainda: em vez de canais toscos na TV do local, teríamos as melhores séries. Nah, melhorando: e se você pudesse levar o seu DVD, que seria exibido na telinha da sua esteira ou bicicleta? Calorias e calorias eliminadas em episódios de 25 ou 42 minutos de duração...

E agora, o golpe de misericórdia: aula de Wii. Uma grande sala, com uns 15 monitores individuais, e cada aluno com o seu controle nas mãos. Só games pra matar neguinho de cansaço. Professores monitorando e desenvolvendo treinamentos com base em joguinhos viciantes como tênis e boxe. Sucesso total!

Sério. Eu me preocupo com os sedentários da minha geração. E sei que muitos deixariam um estado de pasmaceira física por um clube desse nível; e os tantos outros que, como eu, conseguem estar em academias convencionais, iriam se motivar ainda mais indo se exercitar num lugar desses. Tudo o que precisamos é de um rico que esteja me lendo, e que queira encher o bolso ainda mais de grana ao investir numa iniciativa tão nobre quanto lucrativa como essa. Se não quiser me pôr de sócio, tudo bem: uma admissão vitalícia tá valendo. E um cargo de DJ numa aula dessas, idem.

Enquanto nada disso acontece, aí vai uma listchinha das três coisas que me intrigam numa academia convencional:


1º) MULHERES QUE NÃO SUAM E CHEIRAM MUITO BEM, SEMPRE - Não estou reclamando, óbvio, mas é inacreditável. Eu canso de ver mulheres se matando em busca da boa forma entre barras de ferro, aparelhos, bolas de pilates, esteiras... e muitas delas não despejam uma gota de suor sequer! E o mais inexplicável: elas ainda mantêm o mesmo cheiro de quando entraram na academia! Aliás, elas se perfumam para chegarem lá?

2º) PROFESSORES DE RUNNING/SPINNING COM A MESMA VOZ - Claro que eu não sou daqueles que procuro a aula do beltrano ou sicrano. Faço a que se encaixa no meu horário. Mas sei que já tive uns 5 professores diferentes de running e TODOS têm a mesma voz e falam as mesmas frases. Haveria um curso de Oratória Motivacional para essa gente?

3º) MALHADOS QUE SÓ CONVERSAM - A hora de rush no trânsito é a hora da bombação na academia - ou, pelo menos, na minha. E me impressionam os que freqüentam esse horário e que só fazem social. Só. E todos em forma.

E vocês, têm mais alguma?

13 comentários:

marcus disse...

"Melhor ainda: imagine seu DJ favorito de rock/eletrônico/drum n'bass fazendo a trilha perfeita, ao som da qual, em vez de pular alucinadamente, você estivesse correndo ou pedalando"

Na minha academia tem isso. Chama-se iPod.

Kaka disse...

O iPod foi a melhor inveção para aturar a academia que já inventaram; 1) vc não tem que escutar aquela droga que tocam na academia (aqui em Fortaleza geralmente é axé) e 2) evita que chatos venham falar com vc.
Se tivesse uma sala de wii na academia ia ser um sucesso!

Uma das coisas que eu não entendo nas academias daqui é como os professores passam o tempo todo conversando, e eu já malhei em diversas academias e é tudo igual.

Fabricio Yuri disse...

Para q levam celular pra academia? Ou pior, pra aula de alongamento? E ainda pior, pra aula de Ioga? Isso sem falar naqueles que estão nadando, ouvem o cel tocar e saem da piscina...

ejrflu disse...

Carlão, como profissional da área de fitness e mais novo leitor do seu blog(por indicação da Laila), não poderia deixar de emitir meu comentario.
Realmente as frases ditas pelos professores de aulas que precisam de uma motivaçãozinha a mais são iguais( não posso negar), mas a explicação disso vem dos tempos aureos?? das ginasticas de alto impacto das decadas de 70 e 80. Os profissionais da época se utilizavam desses recursos para motivar seus alunos, já que as aulas eram extremamente extenuantes e ,tempos depois veio a se descobrir, altamente lesivas as articulações, musculos e ligamentos. Essas frases acabaram virando uma "cartilha" para novos professores. E tem tambem a questão dos decibéis das vozes tambem, que as vezes ultrapassam turbinas de aviões.
A ideia do Wii é excelente, diminuirira a obesidade infantil drasticamente.
Abração, Eraldo.

LG Bayão disse...

Academia? Achei que você estava mais para um walkabout.

Bem, mas quem sou eu para dizer o que você pode ou não fazer...

bola disse...

Muito boa a idéia, comecei a academia 3 meses atrás e como disse meu professor, tinha um fisico de poeta... mas agora percebo os melhoramentos, que são realmente grandes!

a sala de Wii é uma excelente idéia, mas se uma pessoa tem força de vontade pode fazer em casa meso (meu caso)

abs!

Matheus Dias disse...

Realmente, só um Widmore da vida pra conseguir abrir uma academia dessas...
Eu iria só pra jogar Wii! XD

Laila disse...

Achei ótima a idéia... qd eu ganhar na loteria fazemos uma sociedade e ainda colocamos o Eraldo pra administrar a academia :)

Beijos

João B. disse...

Carlão, você bem que poderia aproveitar o ensejo e fazer uma dica de playlist para a academia, porque já tô ficando saturado das minhas músicas.
Estou precisando de um ânimo novo para enfrentar a esteira...

Abraços

Anônimo disse...

putz não podia ter lido isso numa manhã em que fiquei com preguiça demais para ir à academia... confesso que até tive vontade de levantar da cadeira e pôr o tênis, mas já está tarde demais (sempre é tarde demais).

viva a academwiia!

Ricardo Rente disse...

Hey Dude!

Eu quero, mas não combino com academia. Acho a maioria das pessoas de lá com cérebro miúdo que só fala besteira. Além das músicas escrotas... ¬¬

Mas foi como o Kaká disse, usar Ipod enquanto malha é bom pra evitar idiotas com conversa sabor água suja.

Mas pretendo voltar a malhar. Ficar só na frente do pc num dá... u_u

Thiago D'Angelo disse...

cara. tive a ideia da academia alternativa no meio do teu texto. q obvio! claro q eu seria cliente!
uma legião de boemios sedentarios de todas as idades tb!

o lançe do wii eh genial! :D
podia adaptar, por umas bicicletas wifi no wii. tipo. se subir ladeira na tela, aumenta a pressão nos pedais.
e assim vai adaptando todos os aparelhos pra virar video game. pode simular competição ou ateh fazer real em rede.

yaaa

vo parar de viajar!

Anônimo disse...

Carlos eu te amo!

Ass: Bera Jujuba

Related Posts with Thumbnails