domingo, 15 de junho de 2008

"Fringe": promessa de (novo) fenômeno

Vazou. O verbo favorito dos internautas voltou a ser aplicado neste sábado, quando caiu na internet o episódio piloto de uma das séries mais aguardadas da temporada 2008-2009 da TV americana: "Fringe", a nova de JJ Abrams ("Lost" e "Alias").

Eu vi. E vou dizer: vale toda expectativa que a envolve. Desta vez, Abrams se vale de referências tão antigas quanto adoráveis para nos contar a história de Olivia Dunham, agente do FBI que, ao investigar o estranho caso de um grupo de passageiros que se decompôs a bordo de um avião vindo de Hamburgo - agora, o vôo é 627 -, se envolve pessoalmente com o caso quando o estranho mal atinge seu namorado secreto: seu colega de trabalho, John Scott.





Não demora muito para Olivia descobrir que, para salvar Scott, vai precisar da ajuda de Walter Bishop, cientista tão genial quanto louco, que já trabalhou para o governo em projetos secretos envolvendo pseudo-ciência (a tal "Fringe Science") e que foi parar num sanatório. Ela só consegue chegar a Walter através do filho dele, Peter - que não se dá nada bem com o velho. E vigiando atentamente os passos da determinada agente há o enigmático Philip Broyles, vivido por Lance Reddick, que os fãs de "Lost" conhecem por Matthew Abbadon.

E a cereja do bolo é uma assinatura típica de Abrams: uma nova instituição misteriosa. A da vez atende pelo nome de Massive Dynamics, corporação sinistra, que parece ter parte das respostas do primeiro mistério da série e, obviamente, dos próximos também. Atenção para a sinistra Nina Sharp, candidata - por enquanto, apenas isso - a vilã da vez.

Depois disso tudo, duvido de que a curiosidade de vocês não esteja minimamente aguçada; e que já tenha passado pelas mentes de todos as comparações de "Fringe" com uma famosa série dos anos 90 que tinha o mesmo gancho... Mas se não vou dizer que a nova atração é a nova "Arquivo X", não dá para negar que há um quê da clássica série em "Fringe". O clima da série é pesado; a fotografia, meio anos 90. A vinheta de abertura da série também é retrô, e evoca os mistérios em que víamos Scully e Mulder metidos até o pescoço... Há até aqueles caracteres anunciando os locais onde a série se passa - recurso usado de uma forma sensacional.

Agora é só assistir, debater com os amigos e chegar (ou não) à mesma constatação que eu: a de que estamos diante de mais um possível fenômeno; e, certamente, de um novo e irremediável vício. Cadê o segundo episódio?

p.s.: Reparem na ótima referência/homenagem a "Lost" em "Fringe" na trilha sonora da cena do laboratório, por volta dos 40 minutos de episódio...

20 comentários:

Davi Garcia disse...

Grande CA, belo comentário. Concordo com tudo que você escreveu e não tenho dúvidas que acabamos de ganhar um novo vício. \o/

Chega a ser um alívio saber que o pequeno sofrimento causado pelas férias de Lost será levemente contornado com essa ótima série que definitivamente começou com o pé direito.

Grande abraço!

Anônimo disse...

Ok, mas e o link pra baixar? rsrsrs

Vinicius da Costa disse...

Estou procurando o link para baixar que nem um condenado, será que você não pode postar ai nao??
abços

Zezinho disse...

Grande post CA!

Já estou à caça dos links.

Se der deixa um scrap com os links no meu Orkut.

Abraço graoto!

Ricardo disse...

Carlos Alberto! Sempre que posso dou uma passadinha aqui pra conferir o teu blog, mas raramente comento. Sei que tenho que mudar isso!

O teu podcast eu achei sensacional! Adorei conhecer aquela banda MGMT!

Qunato a Fringe, eu não sei se repudio, ou se me recuso a assistir, por ser um fã de carteirinha de arquivo x. Não curto muito quando aparecem coisas tão semelhantes a um dos meus seriados favoritos. Mas enfim, parece ser muito legal sim!

Um grande abraço, e obrigado por tda a sua criatividade!

Ricardo.

Bianca disse...

Fico feliz em arrumar uma distração enquanto espero por LOST =D
Essa série realmente promete...

C.A, ela já lançou ou o episódio simplesmente vazou?

Carolzinha M. disse...

Carlão!
Amei o blog novo!

Beijos.

Julia disse...

Quem quiser baixar é só caçar em alguma das comunidades da série no orkut, tem vários links lá.

Eu também gostei muito do piloto, acho que a série tem tudo pra ser o novo hit.

Juliana Teixeira disse...

CA, estou pegando uma mania sua: o número do vôo de Fringe é 627. Pois bem, somando os algarismos 6+2+7 temos como resultado... 15! Os números malditos invadem o universo, hahahahahahahaha!

Bota disse...

Você podia criar um blog nos moldes de Lost in Lost para esse seriado também, hein?

Seria show!!

L.M. disse...

CA,
assisti hoje. E meu... tô sem palavras. Eu, como uma fanática por Arquivo-X, delirei até o final.Só faltou mesmo Mulder e Scully ali - até consigo ver o olhar brilhando do Mulder. E que sequencia inicial aquela do avião, hein? Impressionante. Valeu pela dica. Eu nem teria dado bola, se você não tivesse dito que é candidato a fênomeno.
Valeu!

Concordo com o Bota, faz um Lost in Fringe!
Huahuahuahaahuahuahua!

Marcus disse...

Grande CA! Acesso pela primeira vez o seu site e já está devidamente adicionado aos favoritos.

Assisti "Fringe" ontem e também gostei (muito) do que vi. Adorava "Arquivo X" e sei que a série será comparada, mas acho que tem material para se sustentar por si só. Interessante também ver que abordarão assuntos atuais como um daqueles apresentados à Olivia no fimdo episódio pelo Broyles.

Também achei os títulos indicando as locações geniais e originais. Foi uma das coisas que me cativaram logo de cara.

Agora cá entre nós, que voz ridícula daquele cara que trabalha junto com a Olivia! Na primeira vez que o ator aparece falando, achei que ele estava rouco por algum motivo, mas não... aquela é a voz doator mesmo (ou só a voz do personagem, não sei). Também não achei a atriz principal muito boa, mas posso mudar minha idéia ao decorrer da série.

Bom... mais uma série a entrar na minha lista de habituais (lista essa que não é pequena). Realmente grande potencial, pode se tornar um dos graneds sucessos da temporada. In J.J. Abrams we trust!

Abraços.

Zezinho disse...

Fringe.S01E01.DVDSCR.XviD-MEDiEVAL(Release)

Tamanho: 700 MB
SOURCE : DVDSCR
CONTAINER : AVI
VIDEO : 512x382 XviD [4:3]
AUDIO : 128kbps MP3
DATE : Fri Jun 13 2008
AIRS : Tue Sep 26 2008

Parte 1: http://www.filefactory.com/file/1b47b3/
Parte 2: http://www.filefactory.com/file/ad3c54/
Parte 3: http://www.filefactory.com/file/8f5107/
Parte 4: http://www.filefactory.com/file/ee9ad2/
Parte 5: http://www.filefactory.com/file/c8251c/
Parte 6: http://www.filefactory.com/file/d48a7e/
Parte 7: http://www.filefactory.com/file/e30f47/

Legenda: www.legendas.tv

Baixem à vontade, e assitam é claro!

Raposa disse...

Ei, essa historia ai num ta parecendo com a do romance Bad Twin do carinha la q morreu sugado pela turbina em LOST?? soh eu ou alguem aki tb percebeu a semelhanca??

C. disse...

Fringe é uma mistura de Alias com Arquivo X! Se tornará mais um vício certamente!

Achei ótimo o tema, atual, dinamico. Bom elenco tb!

Alguma coisa a respeito do segundo?
Adorei o fato de ter sido um episodio longo! Será que todos serão assim?

edgard disse...

CA. vc reparou na vaca usada no laboratório do Bishop? Não parece a vaca do Mikail, de Lost?
A série é muito boa. Gostei!
Abraços
Edgard

R0cc0 disse...

CA.

Tirando a trilha sonora maravilhosa do seriado, que tem dedo do Michael Giacchino neste episódio, por sinal Human and Vines (é este o nome da música que toca aos 40 minutos não), logo na cena inicial com menos de 5 segundos, escutamos o som do monstro de fumaça quando ele está perto. Repare...

Um grande abraço

Anônimo disse...

Podem me dizer onde se encantram os tais caracteres anunciando os locais onde a série se passa, eu vi a vinheta de abertura e não dei conta de nada. E porque que a musica dos 40 minutos é uma homengem a Lost

A. disse...

Ótimo seriado, eu adorava X-File e a serie possui aquele mesmo espírito.
CAM logo logo você vai ter que montar um blog de informações sobre essa serie que vai ser o proximo fenomeno...

Alguem por favor, roube o episodio 2 e disponibilize pra download.

Anônimo disse...

Fringe é uma série muito legal e lembra muito Arquivo X pena que a Dupla Protagonista (Olivia Dunham e Peter Bishop) não tem a mesma carisma de Dana Scully e Fox Mulder eu prefiro como dupla mas Os Irmãos Sam e Dean de Supernatural bom mais as histórias de Fringe são mais legais o Personagem mais legal e cárismatico em Fringe é o Dr. Walter Bishop mesmo.

Related Posts with Thumbnails