sexta-feira, 12 de setembro de 2008

A BELA E ANGUSTIANTE LIVRARIA DA TRAVESSA

Nesta quarta-feira eu dei um pulo na nova filial da Livraria da Travessa. Escondidinha num corredor estreito do Barra Shopping, a loja é linda e espetacular, a exemplo de suas irmãs. É de uma beleza imponente e, em um primeiro momento, para mim é algo angustiante também.



Só achei foto da filial da Barra desse tamanho. Não reclamem...


Na verdade, essa angústia que livrarias como a da Travessa me provocam não é exclusividade delas. É repartida com as lojas de CDs, o Soulseek, a seção de cinema dos jornais, o Google Reader, os guias de seriados da TV americana. A sensação é simples de descrever: uma imensa frustração por saber que não posso absorver míseros 5% do que eu queria ler/ver/conhecer/ouvir/jogar, por diversos motivos que, invariavelmente, acabam desaguando na duplinha falta de tempo+falta de dinheiro. É como estar diante do maior bufê do universo e saber que você não consegue passar do segundo prato. Uma realidade óbvia, mas que, confesso, de vez em quando me pego não sabendo lidar muito bem com ela.

E lugares como a Livraria da Travessa conseguem causar uma dorzinha ao esfregar tal impossibilidade na sua cara de um jeito respeitoso, estante por estante, capa por capa. Na verdade, há um jeito positivo de se encarar isso tudo, e é o jeito que eu tenho para trabalhar essa situação: valorizar a possibilidade de escolha. E a oferta para se fazer isso é monstruosa. A oferta é um universo.

A minha solução já foi tomada, em forma de encomenda - a primeira parte da obra que me apeteceu não tinha na filial - e em breve vou comentá-la aqui no blog. Mas o que vale é dizer que, se há um lugar certo para encarar essa frustração que nos atenta, esse lugar é uma filial - qualquer filial - da Livraria da Travessa. Não tem como não ficar atormentado na chegada, mas há como sair de lá um pouco mais feliz.

4 comentários:

Davi Garcia disse...

Pois é CA, divido com você um pouco dessa angústia/frustração de ter tantas opções pela frente mas poucas chances ($ e tempo) para explorar aquilo tudo. De qualquer forma gosto muito daquele climão de biblioteca que a Travessa oferece e só isso já me diverte. Reparou o tamanho da sala de eventos da loja do Barra Shopping? Um encontrão de fãs de Lost cairia bem por ali, não?

Abraço!

Ricardo Rente disse...

Também me sinto assim cara... =/

Matheus Rufino disse...

Sofro dessa mesma angústia e frustação CA. Você não está sozinho, isso consola um pouco a mim, saber que essa limitação(de tempo, pq dinheiro é outro caso) é própria da condição do homem moderno... mas ainda assim é frustante.

Carlos Alexandre Monteiro disse...

Pois é... Todos estamos juntos nessa agonia, meus caros!

abraços!

Related Posts with Thumbnails