quarta-feira, 19 de agosto de 2009

"TRUE BLOOD", EPISÓDIO 9, SEGUNDA TEMPORADA: O PRENÚNCIO DE NOVAS BATALHAS E UM BELO ADEUS

Uau. "I Will Rise Up" começou explosivo e terminou incendiário - claro que literalmente, mas em qualidade e falando de acontecimentos a coisa não fica tão diferente. Novamente, foi muito bom. Pudemos ver enfim a AVL dando as caras e se mostrando tão burocrata e hipócrita como qualquer outro partido político, Eric deixando cada vez mais claras suas intenções diante de Sookie, uma bela conversa entre os irmãos Stackhouse, a doçura do amor de Hoyt e Jessica...

Ah, e Maryann também - nem sempre de um jeito tão legal assim. Mas acho que essa história engrena a partir deste próximo episódio. Que tal uma brigada Sam-Lafayette-Andy-Bill-Sookie-Jason contra a mênade e seus zumbis?

Enquanto isso tudo não chega, aí vão os tópicos com meus comentários, feitos ao longo do episódio:


- Eric protegendo Sookie, e Bill de volta à barbárie. A odiosa Lorena teria adorado. Rock!

- Excelente Sookie dando uma de vampira em Eric. E pra quem vê "Lost", vale a comparação: quem lembra de quando Sawyer pediu um beijo de Kate na primeira temporada para devolver os inaladores (fictícios) de Shannon?

E o dia da porrada de Bill e Eric por Sookie se aproxima...

- Diabéticos não podem ver as cenas de Hoyt e Jessica.

- O diálogo de Tara, Eggs e Maryann começou patinando, mas até que se acertou.

- A conversa de Sookie e Jason foi importante para a história. Há tempos os irmãos andavam longe um do outro, e depois de tudo o que aconteceu, esse laço precisava ser refeito.

- Rima do dia: "There`s a witch and a son of a bitch" ("Há uma bruxa/e um filho da puta"). Jason ganha mais pontos.

- Arlene e Terry são muito esquisitos juntos - e isso é bom.

- Lafayette vs. Eggs: vocês apostariam em quem? Com ou sem olho preto, o violeiro tomaria uma coça de Lafa.

- Isso aí: ponha sua mãe no devido lugar, Hoyt! E ela parece a Mimi de "The Drew Carey Show".

- Já estava estranhando uma sequência tão longa de episódios sem mostrar os seios de Anna Paquin.

- Juro que, desde que vi Sam Merlotte enjaulado, pensei que ele poderia se tornar uma formiga e fugir dali; e a mosca mostrou-se uma opção ainda melhor.

- Hoyt, deu mole. Tava na cara que sua mãe iria fazer isso com a garota.

- Como queríamos demonstrar, Lafayette deu mesmo a coça em Eggs. E as cenas do núcleo Maryann que tratem de melhorar...

- Gostei bastante da reunião da chefona da American Vampire League com os envolvidos no imbroglio. Burocrata tão irritante quanto Newlin. E Godric é puro carisma.

- Maryann invadindo o bar foi maneiro. Todo mundo ficando de olho preto foi maneiro. "Tragam-no pra miiiiiiiiiiim" não foi maneiro.

- Natural Sam procurar Andy, mas o policial não era pra estranhar a nudez do dono do bar?

- Como eu disse, esse mal-estar Bill/Eric não vai se resumir num soco.





- A sequência final de Godric com Eric foi excelente - notaram como os vampiros não têm mesmo demonstrações efusivas de afeto, ainda que numa despedida? E depois, do vampiro milenar com Sookie conseguiu ser ainda melhor, num belo diálogo sobre Deus e humanidade. E uma pena que um dos vampiros mais bacanas da série tenha partido desse jeito.

***

Estou quase na metade de "Living Dead in Dallas". No livro - pelo menos neste momento em que me encontro -, Godric é um vampiro que resolveu se voltar contra sua espécie, planejando seu suicídio. Segundo as investigações vampirescas, ele pode estar por trás do sequestro de um outro vampiro, chamado Farrell.

E se Godric não é chefão de nada, quem dá as cartas em Dallas é Stan - que, por sinal, é bem diferente do vampiro cowboy de "True Blood". Na obra de Charlaine Harris, Stan é um nerd. Estranho, não?

Devo dar uma boa avançada na leitura até o episódio 10. Afinal, o projeto era o de tentar "empatar" livro e série - e faltam só três episódios para a segunda temporada de "True Blood" se despedir e deixar os fãs chorando sangue, loucos pelo terceiro ano...

12 comentários:

Diego Reigoto disse...

Seu post está muito bom, como sempre.

Também gostei muito desse episódio, mas confesso que não sou muito fã da Maryann, a entrada da sua personagem deixou a Tara uma chata. As suas cenas são repetitivas e cansativas.

Mas gostei d Dallas e fiquei triste pelo Godric. Ele já estava se transformando no meu personagem preferido, mas já disse adeus... Mas toda sua sequência final foi muito boa!

E só faltam 3 episódios...

Paulo Roberto Montanaro disse...

Fala CA!

Também estava com o saco cheio de não acontecer nada demais em Bon Temps... acho que eles estão literalmente arrastando o tema e enrolando um pouco para que chegue ao final no climax junto com Dallas. Estava na hora de Lafayette fazer algo de interessante no seriado. Espero que esse time vá se somando aos poucos para combater os tarados da Marriann... quem sabe Hoyt e Jessica entram no grupo tbm para equilibrar um pouco as coisas? Está na hora de Jessica participar mais do seriado como um todo tbm.

Quanto às cenas de Bill e Sookie, acho que são necessárias. Senão, vai parecer que estão casados há anos e que Eric é mesmo o interesse sexual dela que estava se perdendo. É bom mostrar que ela continua amando Bill com paixão. Aliás, se beber sangue do outro causa atração sexual, Lafayette vai sentir algo pelo Eric, como estava parecendo? Hummmmm... seria bacana!

Há braços
Paulo

zeh disse...

Só eu que acho a Maryann a melhor dessa temporada?
Ela é foda pra caralho!
Atriz de primeira, e uma personagem MTO intrigante. Quando chega a cena da maryann eu ja me acomodo na poltrona feliz da vida.
Confesso que a Tara ta chatinha, curto ela mais 'motherfucker brooklyn'... mas só acho isso mérito da Maryann.

Julli disse...

Não aguentei fazer isso com o livro, aliás, li em um dia, hahaha.
A cena Eric/Sookie no livro também é demais!
Esse foi o episódio mais parecido até agora, na minha opinião.

Daqui pra frente acho que não vai ter nada de parecido com o livro...

Deus Ex Machina disse...

Carlão, muito bom este seu post sobre o epi 9. Só uma dúvida anda rondando a minha cabeça: - Se Godric é um vampiro milenar e morreu em poucos segundos em contato com a luz solar, como pôde Bill ficar tanto tempo exposto a esta mesma luz no season finale da primeira temporada?

Murilo Herik disse...

Episodio muito bom, odeio quando otimos personagens morrem precocemente. Godric virou um vampiro depressivo, ele me pareceu com o vocalista do Joy Division uma mente cansada da sociedade humana, no caso dele vampiros.
Deus Ex Machina, pelo que Godric disse deu a entender que quanto mais velho mais fragil fica quando exposto ao sol, logo Bill é um vampiro "jovem".

Juliana Teixeira disse...

Vi os dois episódios (8 e 9) numa tacada só ontem. Até que foi bom eu ter atrasado, porque se tivesse visto o 8 semana passada, ia me roer por sete dias até ver o 9.

Não tem nem muito o que comentar, a série está EXCELENTE. Os diálogos estão tão inspirados que em certos momentos eu dou até pausa para rir ou comentar sobre eles.

E Jason Stackhouse está simplesmente roubando a cena na segunda temporada.

True Blood só melhora.

Anônimo disse...

Puxa Carlão, esse foi o episódio mais calma, e pra mim, o melhor de toda temporada. Como vcs diziam nos séries etc, me fez sentir, principalmente a cena final singela, mas com fé e amor pela humanidade lindos. Em tempos de brigas de emissoras, senado, governo, me deu algo pra pensar, e crer em algo maior.
Bjos !!

Rogerio disse...

Fala CA,
Me ajuda com uma duvida, se uma pessoa que toma o sangue de vampiro se conecta a ele, porque quem toma V, que nada mais e que sangue de vampiro, nao sofre o mesmo efeito? Pela logica o vampiro que forneceu o sangue deveria sentir todas as pessoas que o usaram,nao?

Gabizinha Vidal -Santos -SP disse...

Esse ep foi muito bom, chorei litros com a morte de Godric, gostaria de ve-lo + na trama.Hoyt e Jessica casal fofo. Bill tá ficando chato, quero ver q Sookie com o Ertic já, na verdade o Eric combina + comigo é q ee ainda não me conheceu =p. e a estória da Maryann já deu o q tinha q dá acho q tá na hora de ela ralar o peito de Bon Temps. o Lafa é o melhor obvio q ele ganha do Eggs. esperando ansiosamente pelo proximo ep =]

Rogerio disse...

Nao sei se ja foi comentado aqui, eu nao sabia disso, estava ouvindo um podcast do Lost quando o "Ben" disse que a esposa dele estava gravando True Blood (????). Foi entao que olhei a biografia dele e vi que a esposa dele interpreta a Arlene!!!

Fernanda disse...

Eu comprei o livro e li tb... acho que a série começa a se diferenciar bastante dos livros agora. Eles se inspiram, mas mudam bastante coisa agora, até pq os livros não são tão grossos assim...
Eu gostei dos dois, livro e série... vamos ver como serão os três episódios finais....
Beijos!

Related Posts with Thumbnails