quarta-feira, 15 de outubro de 2008

AO REDOR

Ainda de férias, e usando o tempo livre para ver, ouvir, jogar... Lá vai:


ESTOU LENDO: "Black Hole", do Charles Burns. Minissérie em quadrinhos em doze episódios, a obra - lançada no Brasil em dois livros pela Conrad - é excelente. Sua história é deliciosamente esquisita: no meio dos anos 70 em Seattle, adolescentes contraem uma misteriosa doença sexualmente transmissível que causa deformidades abomináveis, fazendo com que suas vítimas busquem o isolamento em uma floresta.

A trama de "Black Hole" é viciante e é difícil largá-la - o primeiro livro eu já devorei. E o que dizer dos espetaculares desenhos de Burns? Acho que dá para ter uma idéia só dando uma olhadinha na mutante gostosona acima. Recomendado ao cubo.

ESTOU OUVINDO: "Dear Science", o novo do TV on the Radio. Surpreendentemente dançante, com algumas músicas que batem de primeira e outras que vão te ganhando aos pouquinhos. Não é excelente, mas é bom - sobretudo em "Halfway Home", a faixa de abertura, e com seu primeiro single, "Golden Age".

Também estou curtindo uma descoberta recente: Black Moth Super Rainbow, banda doidaraça americana. O disco que peguei dos caras é o Dandelion Gum. É algo experimental, mas não é para ter medo não - sobretudo se você gostar de eletrônico. Se amar Kraftwerk, Björk e Radiohead fase Kid A, então, vai adorar.


ESTOU VENDO: "Chuck" voltou! Meu agente secreto favorito ganhou um ótimo início de segunda temporada. Tudo está lá no retorno: as nerdices de Chuck e Morgan, o charme de Sarah, as rabugices de Casey... Bom saber que a empolgação aflorada em mim pelo painel da série na Comic-Con está sendo correspondida.

Falando em saudade, "The Office". A quinta temporada teve um episódio de estréia ok, mas o segundo... Putz. Excelente. Não vou contar nada para estragar a surpresa dos que ainda não viram nada mas resumo tudo em dois elementos: Michael Scott e seminário de ética no trabalho. Tá bom para vocês?

Ainda não tive tempo/tive saco/consegui ver "Californication", "Knight Rider" nem "Heroes". E vou fazer uma confissão: parei no terceiro de "The Sopranos". Não me reprimam, pois um dia - um dia - verei; mas por agora, é sincero admitir que a doce recordação dos três filmes da série "O Poderoso Chefão" me bastam quando o assunto é máfia italiana.


ESTOU JOGANDO: Zelda? Metal Gear? Bully? Não. Back to Basics. Wii Sports. De tanto me dedicar, virei um monstro sagrado do tênis. Sem brincadeira, estou praticamente um Pete Sampras: saco, subo à rede e mato o ponto. Sem dó nem pena. Aceito desafios!

Ah, e LaBrute também, óbvio, mesmo tomando altas porradas e tendo em meu arsenal as armas mais inúteis do jogo todo. Viciante é pouco - e olha que você não intervém em quase nada, só olha mesmo. Mas eu não consigo parar de saciar minha fome de três lutinhas por dia. Tem como?

* * *

Agora eu leio o que está ao redor de vocês. Caprichem!

Um comentário:

Marcus Roberto disse...

CA, você assiste "The Big Bang Theory"? Na minha opinião, é a série que está com o melhor começo de temporada, está sensacional! Assiste só para você comprovar...

Related Posts with Thumbnails